POSTAGENS MAIS RECENTES DO BLOG

SIGA-NOS NO FACEBOOK

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

O QUE SOU PARA DEUS???

A grande pergunta, que irrompe nos corações humanos em todo o planeta, pelos séculos dos séculos, responsável pelas teorias e filosofias em todo o mundo, é: “Quem sou eu, para Deus?”


Quem é Você, Para Deus?

Muitos se perguntam: “O que ou quem é Deus, para mim?”. Sempre voltado para o eu e suas satisfações e indagações pessoais, o ser humano segue o rumo contrário ao conhecimento do Pai. Mas, a resposta que muda a vida de um ser humano por completo, é o entendimento de quem somos para Deus. E para que comecemos a entender um pouco sobre o assunto, que é muito vasto, belo e extensO É NECESSÁRIO QUE LEMBREMOS DISSO:.
Nesse instante, Jesus está vivo, bem do seu lado, enquanto você lê esse artigo. Não mais com as feridas que o levaram a cru. Mas glorificado pelo poder do Espírito Santo. Você pode recebê-lo em sua vida e em seu coração nesse exato momento, fazendo essa oração comigo:

“Pai, em nome do Senhor Jesus Cristo, peço perdão pelos meus pecados e pelo maior de todos os pecados: não reconhecer o seu maravilhoso amor por mim. Creio que o Senhor Jesus é Deus, morreu pelos meus pecados, mas ressuscitou ao terceiro dia, e está assentado sobre um alto e sublime Trono de Glória. Eu quero, Pai, Jesus em minha vida, agora, mais do que qualquer outra coisa que o mundo possa oferecer. Cobre-me e lava-me com o sangue de Jesus nesse instante, e escreve o meu nome no livro da vida. Que venha o Teu governo sobre mim, em nome do Senhor Jesus Cristo. Amém!”


sábado, 24 de dezembro de 2011

"Comichão nos ouvidos"

   BIBLICAMENTE FALANDO:

TEXTO: II Timóteo 4.3: “Pois sobrevirá um tempo em que alguns não suportarão mais a sã doutrina, mas, ao sabor de seus próprios apetites e sentindo-lhes comichar os ouvidos, rodar-se-ão de uma porção de mestres.” Bíblia Tradução Ecumênica - TEB


As profecias bíblicas referentes aos últimos dias não poderiam ser tão verdadeiras como as que o Apóstolo Paulo profetizou (ver também o capítulo 3 desta mesma epístola). Todos nós estamos diante de um quadro moral e espiritual caótico. As igrejas evangélicas no Brasil vão sutilmente abandonando as verdadeiras doutrinas da Bíblia Sagrada e da fé cristã. Sorrateiramente, alguns líderes evangélicos vão introduzindo, nas igrejas, doutrinas de homens e de demônios, fazendo naufragar na fé os menos esclarecidos.


CLINICAMENTE FALANDO:

Comichão nos ouvidos é desagradável, irrita. Algumas vezes é causada por fungos (especialmente nos casos agudos), mas na maior parte das vezes é uma dermatite crônica, ou seja, uma inflamação na pele do canal do ouvido.
A dermatite seborréica, por exemplo, é uma condição semelhante à caspa do couro cabeludo; a cera é seca, escamosa e abundante. Alguns pacientes com este problema melhoram diminuindo a ingestão de certos alimentos agravantes como gordura, açúcar, chocolate e amido.
O médico, em geral, prescreve gotas de ouvido para serem usadas sempre que for necessário, especialmente na hora de dormir. Não existe um tratamento de cura definitiva da alergia nos ouvidos, mas pode ser mantida sob controle. Em alguns pacientes, a coceira nos ouvidos é causada por alergias que requerem tratamento médico específico.
Pessoas com coceira, descamação, ou com acúmulo abundante de cera, mais facilmente desenvolvem uma otite externa ou otite dos nadadores. Está indicado o uso de gotas à base de álcool toda vez que a água entra e fica no canal. O álcool absorve a água, ajuda a secar o ouvido e pode mesmo eliminar bactérias e fungos. Uma solução de ácido acético (vinagre) diluído com metade de álcool pode ajudar na prevenção da otite externa.
Pessoas com esse tipo de problema devem consultar um médico antes do período de praia e piscina para exame e provável remoção de cera e descamações do canal do ouvido.

O ouvido é divido em três partes: externo, médio e interno. O ouvido externo é formado pelo pavilhão auricular e canal auditivo. Na extremidade do canal está a membrana timpânica.

"Semente ou Buquê?"


TEXTO: João 15.12: “O meu mandamento é este: Amai-vos uns aos outros como eu vos amei”.

O que preferiria ter: um buquê de flores ou um pacote de sementes? Provavelmente, a maioria de nós escolheria o buquê, mas, se você for líder, perceberá as limitações das flores colhidas, não importa quanto elas forem belas, e estará mais apto a gastar seu tempo reunindo, selecionando e plantando sementes. Abraão Lincoln teria sido coberto de flores se tivesse concordado com os pedidos dos proprietários de escravos, mas escolheu plantar semente de liberdade, tornando-se um líder de todos os tempos.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

ABERRAÇÃO: IGREJA PEDE NA JUSTIÇA DIREITO DE USAR MACONHA NOS CULTOS




A Igreja do Universo, com sede no Canadá, entrou em uma disputa judicial para ter o direito a utilizar maconha com fins religiosos. Representada pela figura de Christopher Bennett, Sacerdote da igreja, a disputa começou em 2009, quando Bennett enviou uma carta ao ministro da saúde solicitando que a erva fosse incluída como item de prática religiosa na lei que regulamenta o uso de substâncias controladas.
Recentemente, o Juiz Michel Shore divulgou decisão contrária às solicitações feitas por Bennett, afirmando que não foi provado que a maconha tenha “qualquer ligação com a religião”. Bennett afirma que em seus estudos, chegou à conclusão que a cannabis sativa (nome científico da erva) seja uma forma de consciência coletiva, uma manifestação divina. Ele publicou três livros sobre o assunto e garante usar maconha em rituais religiosos há mais de vinte anos. Curiosamente, o juiz Michel Shore também tem livros publicados sobre religião e espiritualidade.www.MidiaGospel.Com.br.br / www.estudosgospel.com.br / www.centraldepregadores.com.br Hoje com 49 anos, o defensor da erva afirma que passou a frequentar a Igreja do Universo em 1990, quando em uma de suas sessões recebeu uma revelação da própria maconha de que na verdade, a cannabis não era uma droga, mas sim, a árvore da vida mencionada no Apocalipse.
Em seu argumento, Bennett relacionou diversos casos de religiões que, ao longo do tempo, utilizaram a maconha em seus rituais, como forma de alcançar um nível superior de espiritualidade. O juiz Shore, reconheceu que apesar dos fatos históricos listados, Bennett não conseguiu provar a relevância da maconha para uma religião, e entendeu que a legislação do Canadá não poderia privilegiar os adeptos de uma seita. No Canadá, a maconha é permitida para fins medicinais, com uso controlado por meio de prescrições médicas, e em relação a isso, o juiz entendeu que nesses casos, a erva é utilizada para proteger a segurança e a saúde pública. Inconformado com a decisão, Bennett afirmou que tratava-se “claramente de uma discriminação religiosa”. O sacerdote da Igreja do Universo é dono de uma loja que comercializa ervas místicas e também colabora com um site que divulga conteúdo ligado à maconha. No processo, segundo o Gospel Prime, Bennett inseriu uma pesquisa feita no Google, e afirmou que os termos “Jesus” e “maconha” aparecem em diversos conteúdos ligados à religião. As doutrinas da Igreja do Universo defendem que a maconha é citada na Bíblia em diversas passagens, e que por uma tradução errada, teria sido omitida nos escritos. Uma dessas passagens bíblicas que a igreja contesta, é a de Êxodo 30:23, onde é mencionado uma quantidade de cálamo para a unção dos sacerdotes. Nesse ponto, as doutrinas defendidas por Bennett indicam que o termo cálamo é resultado da tradução errada de “Kaneh-Bosum”, e que o correto seria “cânhamo”, um outro nome dado à maconha. Baseados nisso, afirmam que Jesus e seus discípulos usaram maconha para ungir e curar enfermos. Christopher Bennett e a Igreja do Universo irão recorrer da sentença, para garantir que seus rituais continuem sendo praticados de forma intensa e completa.



Fonte: Gospel+

sábado, 3 de dezembro de 2011

REFLEXÃO SOBRE O NATAL

Refletindo Sobre o Natal


Cartão de Natal 2011 "Pintores com os pés"



Wilma Rejane


Dezembro  chegou e apesar de todas as criticas sobre comemorar ou não o Natal, armar ou não árvore ,  considero essa uma das épocas mais lindas do ano! Sinceramente não vivo esses dilemas de criticar os símbolos e condenar as decorações.
É fato: O sentido da data, através dos anos, perdeu a essência cristã e assumiu aspecto comercial. Isto sim, incomoda. A verdadeira comemoração está ligada ao espírito, ao aniversariante que é Jesus e não aos brinquedinhos eletrônicos e tantas outras mercadorias cujas vendas disparam!


Compreendo que o clima de congratulações e de festa, requer demonstrações de afeto, mas não necessariamente afeto material. O amor precisa está presente nos relacionamentos o ano inteiro, de mãos cheias, ou vazias. Bolso igualmente. Eis o melhor presente: Amor. Esse não tem preço, não decora ruas e avenidas, mas corações, vidas!

Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos. Antoine de Saint-Exupéry


E essa dificuldade do homem carnal perceber a beleza do invisível que brota no coração bondoso que vive com Cristo é que promove a elevação de valores materiais em detrimento dos espirituais.
No Reino de Deus, o reino das coisas, jamais superará o valor do humano. Toda essa forma errada de se viver o Natal, parte do interior e tem como consequência o que se vê: Comércio!


Assim, o que tem que mudar não é a colorida e iluminada decoração natalina, mas o interior de cada um. Parece lógico, não é mesmo? Se o é, não entendo porque tanta aversão as comemorações de natal! Todos os anos presencio pregadores conclamarem: Não armem árvores, não coloquem pisca-pisca!  E etc e etc. Nada material é maior que o espiritual, repito. 


Se sou cristã, essas coisas não me contaminam porque a graça de Cristo liberta e santifica o viver. Vejamos o que disse Jesus para os fariseus:


"Não leste o que fez Davi quando ele e seus companheiros tiveram fome? Como entrou na Casa de Deus e comeram os pães da preposição, os quais não lhes era lícito comer, nem a ele nem aos que com ele estavam, mas exclusivamente os sacerdotes?" Mat 12:3,4.


Ora os pães da preposição eram doze pãezinhos de farinha pura, colocados no santuário diante de Deus, e substituídos por novos a cada Sábado. Somente os sacerdotes poderiam comê-los. Mas, Davi estava como fugitivo, há dois dias sem se alimentar, de modo que violou a tradição e pelo que afirma Jesus: ficou sem culpa. Por que? "O material não se sobrepõe ao humano". A vida de Davi era mais importante que a tradição! 


Assim ao entramos na casa de cristãos ou não cristãos e nos depararmos com aquela árvore de natal, esqueçamos a ladainha de que aquilo tudo é adoração ao deus sol. O que de melhor fazemos é dar aquele abraço nos irmãos, saudá-lo com a paz de Cristo e demonstrar que o Natal  se faz presente em nós.  Isso será maior e mais marcante que qualquer exortação sobre proibição de símbolos natalinos. Porque o valor do humano, supera o valor do material.

É isso queridos leitores, aproveitemos bem essa época do ano, para  declaramos nosso amor a parentes, amigos e até inimigos. Com ou sem presentes. Essa é uma boa maneira de mostrar ao mundo o verdadeiro sentido do Natal : O nascimento de Jesus Salvador, na cidade de Belém e em nossos corações.

COMENTE

AS MAIS LIDAS:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VISITANTES RECENTES