POSTAGENS MAIS RECENTES DO BLOG

SIGA-NOS NO FACEBOOK

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

LIVRE ARBÍTRIO

 

 

"Eu vim para que tenham vida com abundância" Jo 10:10

 

Seja feita a minha vontade e não a tua.

Fazer ou não a vontade de Deus te sido um dos dilemas mais comuns entre os jovens. Para tomar decisões, Ele nos concede o chamado livre-arbítrio. Por definição, livre-arbítrio é a liberdade de escolha. É a capacidade que o ser humano possui de viver e agir conforme sua própria vontade. Como Senhor, Ele espera que o obedeçamos em todas as ocasiões, para a sua glória. E logo surgem algumas questões que precisam ser analisadas de forma cautelosa, à luz de exemplos bíblicos.

Até que ponto Deus interfere?

Há dois posicionamentos que buscam resolver esta questão: o primeiro diz que Deus é soberano e nós, apenas servos, e que a sua vontade deve ser cumprida sem questionamentos. O segundo diz que Deus é soberano e que sua vontade será feita, mas Ele espera que participemos de seus planos e nos sintamos realizados obedecendo a sua vontade, pois sabe o que é melhor para nós.
Deus, em sua soberania, pode nos fazer obedecê-lo em determinadas situações. Observemos o caso de Jonas, o profeta rebelde que tentou fugir da presença do Senhor. Deus tinha um plano para a cidade de Nínive: possibilitar o arrependimento de seus habitantes. Por mais que a vontade de Jonas fosse que os ninivitas morressem por suas maldades, Deus, em sua soberania, forçou Jonas a cumprir a vontade divina por amor de mais de 120 mil homens que não sabiam “discernir entre a sua mão direita e a mão esquerda” (Jn 4.11). A geração que ouviu Jonas e se arrependeu, e Deus a poupou. Neste caso, prevaleceu a soberania de Deus para a preservação de uma cidade inteira, e não a do profeta egoísta.
Paulo diz que a vontade de Deus é “boa, agradável e perfeita”, mas para que possamos experimentar essas facetas, devemos modificar nossa forma de pensar e não tomar a forma do mundo. Nem sempre o que queremos é melhor para nós, e, por seu amor, Deus impede que certas coisas que desejamos sejam realizadas. Nosso livre-arbítrio deve estar de acordo com o que sabemos ser a vontade de Deus, para que não nos sintamos frustrados depois. Não perdemos nossa possibilidade de decidir, mas precisamos modificar nossa forma de pensar para o nosso próprio bem.
Paulo e Silas desejaram ir a diversos lugares, mas foram impedidos pelo Espírito Santo, e a seguir, mandados para a Macedônia (At 16.6-7), onde produziram muitos frutos. Quando optamos por realizar a vontade de Deus, Ele é glorificado, temos a honra de servir ao seu Reino neste mundo corrompido e mostramos seu poder em nossas vidas de forma vitoriosa.

Mal uso do livre-arbítrio

Todo poder tem suas responsabilidades. Segundo C. S. Lewis, “Há dois tipos de pessoas: as que em submissão e amor, dizem a Deus ‘Seja feita a tua vontade’, e aquelas a quem o próprio Deus diz: ‘seja feita a sua vontade’”. Quem faz a vontade e Deus nesta terra gozará da Eternidade com Deus no Céu, e quem decidiu viver neste mundo de forma a rejeitar a Deus terá a sua vontade cumprida também na eternidade.
Levando em consideração casos como o de Saul (que começou vem seu reinado, mas se afastou de Deus, consultou uma feiticeira e depois se matou) e o caso de Balaão (a quem Deus falou que não amaldiçoasse o povo, e que foi morto por fazer o povo de Deus se prostituir), percebemos que usar mal o livre-arbítrio traz conseqüências tristes. Por isso, vale à pena substituir seu livre-arbítrio à vontade de Deus.
------------
Texto extraído da revista Geração JC (nº 64 – julho/2008). Escrito por Alexandre Coelho, pastor, professor de Teologia e chefe do Setor de Livros da CPAD.

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

O CUIDADO DO SENHOR COM VOCÊ

O Cuidado de Deus!


"És tu dos nossos ou dos nossos adversários? Respondeu ele: Não; sou príncipe do exército do Senhor e acabo de chegar." Josué 5: 13b e14a.

Imagino que como Josué todos nós temos experimentado lutas e adversidades em nosso viver. Imagino, também, que muitas vezes temos encontrado dificuldade em reconhecer, ou perceber, o socorro de Deus. Deus coloca seus anjos à nossa disposição para nos guardar e para lutar por nós. Meu desejo e minha oração é que hoje, eu possa ter a sensibilidade do Espírito Santo para reconhecer e entender o plano de Deus para a minha vida. Que eu possa ver o socorro do Senhor e possa adorá-lo e amá-lo cada vez mais. De fato, "Deus é nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente nas tribulações. Portanto, não temeremos ainda que a terra se transtorne e os montes se abalem no seio dos mares." (Salmos 46:1-2). Senhor, ajude-me a sentir essa segurança e essa certeza em minha vida, hoje e sempre, amém!

E AS BENÇÃOS

O "se" e as bençãos!


"Se atentamente ouvires a voz do Senhor, teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que hoje te ordeno, o Senhor, teu Deus, te exaltará sobre todas as nações da terra. Se ouvires a voz do Senhor, teu Deus, virão sobre ti e te alcançarão todas estas bençãos:" Dt 28: 1 e 2.

"Bendito serás na cidade e bendito serás no campo.
Bendito o fruto do teu ventre, e o fruto da tua terra, e o fruto dos teus animais, eas crias das tuas vacas e das tuas ovelhas.
Bendito o teu cesto e a tua amassadeira.
Bendito serás ao entrares e bendito ao saíres.
O Senhor fará que sejam derrotadas na tua presença os inimigos que se levantaram contra ti; por um caminho sairão contra ti, mas, por sete caminhos, fugirão da tua presenaça.
O Senhor determinará que a benção esteja nos teus celeiros e em tudo o que colocares a mão; e te abençoará na terra que te dá o Senhor, teu Deus.
O Senhor te constituirá para si um povo santo, como te tem jurado, quando guardares os mandamentos do Senhor, teu Deus, e andares nos teus caminhos.
Deuteronômio 28: 3-9.
Estas bençãos virão sobre mim, "se" eu obedecer e quando eu andar nos caminhos do Senhor, meu Deus! Amém!

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

E Jesus dormia!

 Seja bem vindo! Faça comentários para edificação dos que buscam o REINO DE DEUS.

 

 E Jesus dormia!



"E Jesus estava na popa, dormindo sobre travesseiro;" Marcos 4:38


Já era tarde e Jesus convidou os discípulos para passarem para a outra margem. Enquanto isso, ele foi descansar. "Ora, levantou-se grande temporal de vento, e as ondas se arremessavam contra o barco, de modo que o mesmo ja estava a se encher de água." v 37. Com certeza todos já ouviram esta passagem. Meditando neste texto fiquei imaginando, o nosso barco, nossa vida, enfrentando os mais difíceis temporais! Mas onde está Jesus? "Dormindo sobre o travesseiro, na popa." Tudo vai mal quando Jesus não está no controle! Precisamos, como aqueles discípulos, clamar "Mestre, não te importa que pereçamos?" Quando convidamos Jesus para assumir a direção de nossas vidas ele repreende a tempestade. Bastou uma palavra de Jesus: "acalma-te, emudece! O vento se aquietou, e fez-se grande bonança." v39.

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

DEUS NÃO REJEITA ORAÇÃO!

"Bendito seja Deus, que não me rejeita oração, nem aparta de mim a sua graça." Sl 66:20

É muito confortante saber que o nosso Deus não rejeita oração. O salmista Davi tinha esta certeza e por isso invocava sempre ao Senhor: "Eu, porém, invocarei a Deus, e o Senhor me salvará. À tarde, pela manhã e ao meio-dia, farei as minhas queixas e lamentarei; e ele ouvirá a minha voz." Sl 55: 16-17 . Oxalá que possamos ter esta confiança e esta disposição para buscar o Senhor. Lembremos ainda do profeta Jeremias que diz: "Buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração." Jr 29:13

Barro nas mãos do oleiro

O barro e o Oleiro!


"Mas agora, ó Senhor, tu és o nosso Pai, nós somos o barro, tu, o nosso oleiro; e todos nós, obra das tuas mãos." Isaías 64:8

O barro é um produto que não tem muito valor. A Bíblia, utiliza a figura dos vasos de barro em muitas passagens, uma vez que era um produto muito utilizado na antiguidade. O vaso de barro, era útil para guardar alimentos, documentos, para transportar água e para uma série de outras utilidades. O profeta Isaías declara que nós somos o barro e que o Senhor é o nosso oleiro. O barro, para ser moldado, precisa ser maleável... precisa ter uma boa consistência. Além de tudo, ele precisa ser amassado, sovado, prensado e modelado; precisa ainda passar por um período de espera para secagem e muitas vezes, nesse período, ele trinca e o oleiro precisa refazê-lo. Depois de sêco, o barro, para ser útil, precisa ser queimado em uma temperatura muito alta para então, poder ser útil. Deus, o nosso oleiro, tem nos moldado através de diferentes experiências... o mais importante é saber que ele deseja nos usar para um propósito.

"Eu quero ser, Senhor amado,
como um vaso nas mãos do oleiro
quebra a minha vida e faze-a de novo
eu quero ser, eu quero ser,
um vaso novo!"

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Humanidade

Sobre a humildade!


"Que um outro te louve, e não a tua própria boca; o estranho, e não os teus lábios." Pv 27:2

Tenho refletido muito, ultimamente, sobre a questão da humildade. Especialmente nos últimos tempos tenho percebido que todos têm uma necessidade muito grande de serem vistos e valorizados. Nessa ânsia, na busca pelo valor, muitos exageram louvando-se a si próprios. Há uma verdadeira síndrome de "auto-promoção" e de "super" valorização da própria imagem. O provérbio bíblico diz que deve ser o outro a perceber que sou merecedora de ser louvada ou prestigiada. Especialmente, o estranho, e não os meus lábios. Minha oração, meu desejo e minha preocupação é que o Senhor me ajude a entender que tudo o que eu fizer seja feito para honra e louvor do nome dEle. I Coríntios 10:31 diz: "Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus." Que seja este, de fato, o motivo e a razão de tudo o que eu sou, de tudo o que tenho e de tudo o que eu vier a ser ou fazer! Amém!

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Muita Gratidão...

Sensibilidade e Gratidão!


"Bendito seja o Senhor, que de dia em dia nos carrega de benefícios" Sl 68:19
Sou grata ao Senhor por sua fidelidade e por sua misericórdia. Ainda bem que o Senhor não nos trata como merecemos. Ele nos ama, cuida de nós e supre, cada uma de nossas necessidades. Eu louvo ao Senhor por ser alvo desse amor. Eu louvo ao Senhor pela sensibilidade do Espírito Santo em minha vida. E é esta sensibilidade que me faz perceber a grandiosidade do Senhor e me leva a louvá-lo. "Bendido seja o Senhor, que dia a dia carrega o nosso fardo" e nos sacia com a sua benignidade. Meu desejo e oração é estar, cada dia, mais próxima e mais envolvida com o reino de Deus.

Um exemplo de Fé

Ester, uma lição de sabedoria e coragem!

Meditemos e aprendamos com o exemplo de vida da rainha Ester. Uma rainha altruísta, sábia e muito corajosa que soube entender o propósito de Deus para a sua vida e, no momento oportuno, foi uma benção para o seu povo. O livro de Ester descreve a soberania e o cuidado de Deus para com o seu povo. Ele relata o grande livramento dado por Deus ao povo judeu na Pérsia. Embora o nome de Deus não seja mencionado no livro, cada página está cheia dEle. Mattew Henry, um dos grandes comentaristas da Bíblia, diz: “Se o nome de Deus não está aqui, Seu dedo está”. O livro recebe o título de Ester (Estrela do Oriente), por causa de sua principal personagem".

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

PARA VOCÊ...

Esperança!

"Quero trazer à memória o que me pode dar esperança." Lamentações de Jeremias 3:21
Em momentos de dúvidas, dificuldades e incertezas precisamos trazer à memória aquilo que pode renovar a nossa esperança e a nossa alegria. O que poderia nos dar mais esperança do que a Palavra de Deus? Quero trazer à memória o fato de que Deus me amou de tal maneira que deu o seu único Filho para morrer em meu lugar...e ainda, quero trazer à memória as misericórdias do Senhor que são a causa de não sermos consumidos, que não têm fim e que renovam-se a cada manhã! Quero também, trazer à memória que o Senhor é bom, que Ele é a minha porção e a minha herança para sempre! Com efeito, "bom é o Senhor para os que esperam por ele, para a alma que o busca. Bom é aguardar a salvação do Senhor, e isso, em silêncio." (Lm 3:24-26).

domingo, 9 de outubro de 2011

RESISTA AOS APELOS DO MUNDANISMO.



Sabe quem é essa?? Não! parece mas não é a Britney Spears – Cantora Norte Americana, envolvida com uso de drogas, homossexualismo, prostituição e depravação moral.
Esta é a foto da capa do novo cd de Pamela, jovem cantora góspel, que tem muitos admiradores entre nossas crianças e adolescentes. Também me impactei ao entrar na LUZ e VIDA e me deparar com a capa deste cd. Logo pensei na influência, que a sua atual aparência, que imita as características da cantora americana - Britney, vai trazer aos nossos adolescentes. Lembro-me que logo que a vi, a alguns anos atrás, usando um anel no dedo polegar, em pouco tempo os nossos adolescentes já estavam usando do mesmo “enfeite”.
.
O QUE TAMBÉM TEM A HAVER COM O MUNDANISMO?
.
MUNDANISMO = Ecumenismo ; Sincretismo ; Conformismo
.
Saiba mais sobre MUNDANISMO em:
.
.
.
.
Que Deus nos Ajude!

Através da Palavra

Orientação e Consolo
Através da Palavra de Deus


VAVeja aqui alguns versículos extraídos da Bíblia Sagrada, a Palavra de Deus, para sua orientação e consolo espiritual quando estiver:



Em breve... Aguarde!

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

JESUS É A ÚNICA ESPERANÇA




          "Ninguém te ama como Eu, Olhe prá cruz, esta é a minha grande prova, ninguém te ama como Eu! Olhe prá cruz, foi por ti, porque te amo. Ninguém te ama como Eu!"
Jesus Cristo.
- .:: Jesus é a esperança!!! Em um mundo de tantos problemas, onde há poucas esperanças, muitas drogas, alcoolismo, prostituição, famílias em decadência, doenças, desemprego, falta de paz, pertubações, vazio na alma, crises financeiras. Quando tudo parece ir para o fundo do poço, Jesus é a única esperança! 

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Herói do Evangelho pouco conhecido...


O sobrinho de Paulo: coragem exemplar

“Na noite seguinte, o Senhor, pondo-se ao lado dele (de Paulo), disse: Coragem! Pois do modo por que deste testemunho a meu respeito em Jerusalém, assim importa que também o faças em Roma. Quando amanheceu, os judeus se reuniram e, sob anátema, juraram que não haviam de comer, nem beber, enquanto não matassem Paulo. Mas o filho da irmã de Paulo, tendo ouvido a trama, foi, entrou na fortaleza e de tudo avisou a Paulo” (At 23.11-12,16).
.

O nome desse sobrinho de Paulo não é citado no texto bíblico. Presume-se que Paulo foi expulso de sua família quando se converteu a Jesus (veja Fp 3.8). Mas esse sobrinho, de alguma forma, tinha simpatia por Paulo. Familiares podiam visitar prisioneiros que tivessem a cidadania romana (At 24.23), e o sobrinho fez uso desse privilégio. Deus poderia simplesmente ter arrebatado Paulo, assim como fez com Filipe (At 8.39). Porém, Ele não o fez, para mostrar como é importante nossa cooperação na realização da Sua vontade. Deus poderia ter enviado um anjo, mas usou o sobrinho de Paulo para salvar a vida do apóstolo. Esse jovem teve a coragem de revelar um plano assassino. O Senhor pode usar qualquer pessoa, independentemente de sua idade, crentes jovens ou velhos, mas obedientes e destemidos. O jovem que ajudou Paulo foi corajoso por não seguir com a massa e não compartilhar da opinião da maioria.

O Senhor pode usar qualquer pessoa, independentemente de sua idade, crentes jovens ou velhos, mas obedientes e destemidos

Júlio: interferência resoluta

“Quando foi decidido que navegássemos para a Itália, entregaram Paulo e alguns outros presos a um centurião chamado Júlio, da Coorte imperial. O parecer dos soldados era que matassem os presos, para que nenhum deles, nadando, fugisse; mas o centurião, querendo salvar a Paulo, impediu-os de o fazer; e ordenou que os que soubessem nadar fossem os primeiros a lançar-se ao mar e alcançar a terra” (At 27.1,42-43).
O centurião Júlio salvou a vida de Paulo quando outros soldados queriam matá-lo. Com isso, o Evangelho chegou a seu destino, a Roma. Você, ao se empenhar com resolução e coragem, também contribui para que o Evangelho seja difundido, independentemente de seu empenho ser reconhecido por todos ou ocorrer de forma mais escondida. Seja uma pessoa que não concorda com tudo o que o ambiente lhe sussura aos ouvidos, mas faça aquilo que o Espírito Santo o constranger a fazer.


Você é importante!

“Deus pôde usar um perseguidor como Paulo... Usou um colérico como Martim Lutero e um melancólico como John Wesley... e uma tetraplégica como Joni Eareckson Tada”.[1]Deus pôde usar uma tetraplégica como Joni Eareckson Tada.



O corpo humano tem muitos órgãos, mas só quando todos eles operam em conjunto é que formam o corpo. O corpo de Cristo também funciona assim. Os crentes devem evitar dois erros muito comuns: (1) ter orgulho de suas capacidades ou (2) achar que não têm nada a oferecer à comunhão dos cristãos. Ao invés de nos compararmos uns com os outros, deveríamos usar os diferentes dons que Deus nos deu para espalhar a boa mensagem do Evangelho... Paulo, ao usar o corpo como analogia, salienta a importância de cada membro da Igreja. Quando uma parte aparentemente sem importância deixa de funcionar, o corpo todo fica menos eficiente. Considerar o próprio dom mais importante que o dom de outro é sinal de orgulho espiritual. Não devemos menosprezar aqueles que parecem menos importantes, e não devemos invejar aqueles que possuem dons mais vistosos. Ao invés disso, deveríamos usar os dons que nos foram dados para animar outros cristãos a também usarem as capacidades que Deus lhes concedeu. Quando não fazemos isso, a comunhão dos crentes é menos eficiente. (comentário da edição alemã da Bíblia “Neues Leben”)
Jovem ou idoso, com mais dons ou menos dons, em público ou nos bastidores: você é importante!

Refutações ao dia longo de Josué

Refutações ao Dia Longo de Josué

Na Tradução do Novo Viver do Livro de Josué (Josué 10: 12), relata uma passagem em que Josué, sucessor de Moisés, estando em Guerra contra os amorreus, ora ao Senhor Deus para quê o Sol e a Lua se detivesse , que ficou conhecida teologicamente como o "Dia Longo de Josué":
" O dia em que o Senhor deu a vitória aos israelitas sob os amorreus, Josué orou ao Senhor na frente de todo o povo de Israel. Ele disse: Deixe o sol ficar parado sobre Gibeão, e a lua sobre o vale de Aijalom."

A Teoria Geocêntrica utizou-se desse texto, bem como os críticos da Bíblia, para provar, de um lado, que seria a Terra o centro do Universo, e por outro lado, negar a veracidade da Palavra Divina.
A Teoria Geocêntrica, fundamentada no entendimento teológico "errado" acerca da criação descrita em Gênesis 01:14, que afirma, em primeira análise, que o Sol e a Lua foram criados ou surgiram primeiro que o surgimento da Terra:
" E disse Deus: Haja luzeiros no firmamento do céu para separar o dia ea noite, e sirvam de sinais para marcar tempos sagrados, dias e anos, 15 e sirvam de luminares no firmamento do do céu para alumiar a terra. "E assim foi. 16 Deus fez os dois grandes luminares: o luminar maior para governar o dia ea luz menor para governar a noite. Ele também fez as estrelas. 17 E Deus os pôs no firmamento do céu para alumiar a terra, 18 para governar o dia ea noite, e separar a luz das trevas. E Deus viu que isso era bom."

Conforme aponta a Wikipédia sobre a Teoria Geocêntrica é,
"... Na Antiguidade era raro quem discordasse dessa visão. Entre os filósofos que defendiam esta teoria, o mais conhecido era Aristóteles. Foi o matemático e astrônomo grego Claudius Ptolomeu (78-161 d.C.) quem, na sua obra "Almagesto", deu a forma final a esta teoria, que se baseia na hipótese de que a Terra estaria parada no centro do Universo com os corpos celestes, inclusive o Sol, girando ao seu redor. Essa visão predominou no pensamento humano até o resgate, feito pelo astrônomo e matemático polonês Nicolau Copérnico (1473-1543), da teoria heliocêntrica, criada pelo astrônomo grego Aristarco de Samos (310-230 a.C.). "
Esta teoria, como destacava as mudanças, pela observação científica, da visão do universo, Teve como ponto de destaque a publicação por Copérnico de Seu Livro, De revolutionibus orbium coelestium ("Da Revolução de esferas celestes"). Nessa obra, defendia-se que o Planeta Terra era apenas mais um planeta que concluía sua órbita em torno do sol em um ano, movimento de translação, e que girava em torno do seu eixo, movimento de rotação, o dia inteiro.
O Movimento da Terra em torno do Sol, denominado de Movimento de Translação, tem uma duração aproximadamente de 365 (trezentos e sessenta e cinco) dias. O texto abaixo citado, extraído do site http://nautilus.fis.uc.pt/astro/hu/movi/corpo.html é bem elucidativo sobre o papel desse movimento:
" Observando com atenção do mesmo lugar (podemos usar o relógio de Sol construído na experiência anterior), verificamos que o Sol nem sempre nasce no mesmo lugar do horizonte e nem sempre se põe no mesmo lugar. Então onde fica a direção do Oriente em relação a um certo lugar? De fato, o Sol só nasce exatamente no oriente e só se põe exatamente a ocidente nos dias 21 de Março e 23 de Setembro (os equinócios de que já falámos). Mas, qualquer que seja o dia do ano, passado um ano (cerca de 365 dias), o Sol volta a nascer no mesmo lugar.

Por outro lado, observando ao longo do ano também do mesmo lugar, mas de noite, verificamos que o aspecto do céu, à mesma hora da noite não é o mesmo de todos os meses. Mas tudo se repete de ano a ano. Vemos o céu noturno diferente em  todos os meses, porque a Terra está a mover no espaço e “fica virada” para zonas diferentes do céu à medida que os meses passam...”












Figura 1: Movimento de Translação

O Movimento de Rotação consiste no movimento giratório da Terra em torno do seu eixo, gerando dias e as noites.








Figura 2: Movimento de Rotação
                                                                                                                                                                                                                                                                         
Na figura abaixo é possível visualizar o movimento conjunto de rotação e translação:








Figura 3: Movimento Conjunto Translação e Rotação

Qual a relevância desta apresentação para o estudo do Dia Longo de Josué? A relevância advém da consciência teológica de que a afirmação bíblica de que o Sol e a Lua pararam deve ser entendida do ponto de vista do contexto histórico.
Naquela época acreditava-se que a Terra era o centro do Universo. O que aconteceu de fato é que não adiantava o sol parar, pois o movimento da Terra em relação ao Sol, o movimento de translação, não produz noite e dias. A TERRA PAROU, isto é, o movimento de rotação da terra em torno do seu próprio eixo desacelerou, este é o movimento que produz dias e noites. Assim, AQUELE PEDAÇO DA TERRA ONDE ACONTECIA UMA GUERRA ENTRE OS ISRAELITAS E OS AMORREUS FICOU ILUMINADO COM A LUZ SOLAR PORQUE OCORREU, APÓS A ORAÇÃO DE JOSUÉ, UM MOVIMENTO DE DESACELERAÇÃO ROTACIONAL DA TERRA EM TORNO DO SEU PRÓPRIO EIXO, como demonstra a ilustração da figura abaixo:









Figura 4: Movimento Rotacional da Terra

Se quiser saber mais sobre os movimentos de rotação e translação e seus efeitos sobre os dias e noites consulte as fontes indicadas abaixo:
- Análise do Livro de Josué, 10: 12 in http://bible.cc/joshua/10-12.htm;

- Estudo do Dia Longo de Josué:

http://considereapossibilidade.wordpress.com/2009/01/23/o-dia-longo-de-josu-realmente-aconteceu-e-como/;

- Estudo Sobre o Movimento de Translação e Rotação:

http://nautilus.fis.uc.pt/astro/hu/movi/corpo.html.


Esse texto é de autoria de Lucio Maciel.

COMENTE

AS MAIS LIDAS:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VISITANTES RECENTES