POSTAGENS MAIS RECENTES DO BLOG

SIGA-NOS NO FACEBOOK

terça-feira, 5 de junho de 2012

A NOIVA NÃO SE PROSTITUI.


                        O Noivo prometeu que viria outra vez casar com a Sua amada noiva, desde que esta por sua vez se mantivesse fiel. Essa mesma condição foi cumprida nos primeiros anos da Igreja, mas com o passar dos tempos não é isso que  acontece.
                O Cordeiro e Futuro Esposo disse que precisava ir, ascender aos céus, mas avisou também que não os deixaria só,  mandando assim o Consolador.
                Nas primeiros (tempos) dias  a Igreja cumpriu fielmente a missão do Senhor, realizando a evangelização, os milagres, curas, batismos no Espírito Santo, ajudando as viúvas e orfãos, ajudando ao próximo e acima de tudo amando-o. Com o passar dos anos, dos séculos a Igreja rompeu a sua aliança com o seu amado e assim se entregou as forças deste mundo. Se antes havia a evangelização, hoje não mais se sabe a diferença entre um cristão e um não cristão. Se antes havia milagres, curas e batismos no Espírito Santo, atualmente tais coisas acontece com uma raridade extrema e quando tais acontece, vira notícias por semanas e semanas, as pessoas se comportam como se nunca tivessem visto aquilo, se comportando como se aquilo fosse algo sobrenatural ou até mesmo como se aquilo fosse algo que o Cordeiro nunca lhes havia prometido. Se antes havia a ajuda ao próximo e o amor, hoje os ditos cristãos disputam entre si quem é o mais rico, quem tem o maior cargo na Igreja, quem tem mais tempo na Igreja, quem faz o "mover" na Igreja, quem tem o melhor carro e assim vai. O maior mandamento é o amor, mas parece que muitos não sabem disso ou pelo menos se comportam como se não soubesse. O amor é algo que está ameaçado de extinção dentro das Igrejas por aí a fora. Estes são hipócritas pois falam e não vivem, outros são infelizes mesmo porque se esforçam para ter uma vida de santidade e se esquecem de que o amor é o mandamento máximo e sem ele todo o esforço para agradar ao Senhor é jogado por terra. Jesus, dentre vários nomes, é chamado de Senhor porque Ele é o Senhor das nossas vidas. Sim, porque a partir do momento que o aceitamos como Único e Suficiente Salvador, não mais é os nossos princípios que em nossas vidas vigora, mas sim os dEle. Os cristãos parecem que se esqueceram disso pois, para terem seus direitos assegurados, se preocupam com campanhas políticas e em ter o maior número de membros em uma bancada no Congresso. Agora parece que não mais é o Senhor que é o nosso Senhor, mas parece que agora o nosso senhor é a pólítica, o Estado, esses sistemas mundanos que está cada vez mais presente dentro da Igreja, que até então era imaculada. A Igreja agora não mais está entregue ao Cordeiro, mas sim entregue a prostituição, a lascívia, a idolatria, a inveja, ao ódio, a sede de poder, de dinheiro, a arrogância a vaidade e muitos outros adjetivos ruins.
          Ainda há esperança pois o Senhor chamou a cada um de nós individualmente e sendo assim a salvação tende a ser individual. Assim eu te convido a despertar dessa  terrível situação que a Igreja atual vive. Tudo bem e eu compreendo que você sozinho não pode mudar a atual situação do cristianismo, mas você pode muito bem jogar uma pedra na água e criar muitas ondas.

2 comentários:

  1. AMÉM!!!

    Parabéns pela mensagem, linda e verdadeira!
    Que possamos despertar, e fazer a diferença onde vivemos :)

    beijinhos e fica com Deus

    KEILA
    http://noostillo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Suas palavras são preciosas. Use-as para edificação. Agradeço sua visita e Volte sempre! Não aceito comentários de anonimos. Assine seus comentários, ok?

COMENTE

AS MAIS LIDAS:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VISITANTES RECENTES